logo

ISSN 0373-580X
versão impressa

ISSN 1851-2372
versão online

Instruções aos autores

 

Escopo e política editorial

 

O Boletín de la Sociedad Argentina de Botánica publica trabalhos científicos originais de todo o espectro da botânica (estrutura, desenvolvimento, taxonomia, citologia, genética, evolução, fitogeografia, ecologia, etc.) nos diversos organismos vegetais e fungos, tanto em aspectos básicos quanto em aplicados. Os artigos não deverão exceder as 16 páginas impressas, incluindo as ilustrações, a não ser no caso de artigos convidados especialmente.
Os manuscritos serão avaliados por dois revisores anônimos; quando suas opiniões forem divergentes, será consultado um terceiro revisor, ficando a decisão final sempre para o Comitê Editorial. Posteriormente, serão informados os autores do resultado da avaliação.
O rigoroso cumprimento das Instruções que se detalham a seguir, facilitará a avaliação dos trabalhos enviados para serem publicados. Se eles não se enquadrarem dentro de tais normas serão devolvidos para sua adaptação, antes de serem considerados pelo Comitê Editorial. Do mesmo modo, deve considerar-se que a própria revista deve ser o primeiro guia para os contribuintes.
Para sua revisão, o manuscrito original mais duas cópias (incluindo também cópias das ilustrações, gráficos e quadros) devem ser enviados, em papel tamanho A4, a espaço duplo numa única face do papel, com margens não menores de 2,5 cm, enviando também em anexo o arquivo num disquete 3 ½. Os originais das ilustrações deverão ser enviados quando o trabalho for aceito. Os manuscritos devem ser enviados ao Diretor, indicando um endereço de correio eletrônico através do qual seja possível comunicar-se com o autor ou com algum dos autores.
Apenas uma cópia do artigo aceito, depois de ser revisto e corrigido, deverá ser reenviada ao Diretor.

As correções das provas de impressão devem limitar-se a erros tipográficos, evitando introduzir modificações extensas no original. Caso elas sejam necessárias, o adicional no preço motivado por tais modificações ficará por conta do autor. O custo das ilustrações a cores, se houver, e das separatas também será pago pelo autor.
 

 

Forma e preparação de manuscritos

 

São aceitos trabalhos escritos em espanhol, português ou inglês. Os autores deverão escrever seus trabalhos utilizando uma versão de processador de texto compatível com Word, ou Documentos .RTF.
Coloque MAIÚSCULAS, negrito e itálico onde corresponda. Em todos os casos deve colocar um só espaço entre as palavras e um só "Enter" no final de cada parágrafo.
No ordenamento do texto é aconselhável conservar a seguinte sequência de capítulos: Summary, Resumo, Introdução, Material e Método, Resultados, Discussão, Conclusões, Agradecimentos, Bibliografia. Tais capítulos não estarão numerados, podendo variar o esquema proposto, mas mantendo a ordem, conforme o tema tratado.
O Summary e o Resumo devem conter no máximo 200 palavras cada um e devem incluir uma síntese das conclusões. Se o trabalho está escrito em espanhol ou português, o Summary deve também conter o título; o mesmo se deve fazer no Resumo quando o trabalho esteja escrito em inglês. A seguir, deverá ser incluído até um máximo de sete "Key Words" e Palavras Chave, respectivamente.
Na Introdução será exposto o objetivo do trabalho e os antecedentes do tema.
Em Material e Método se fará referência ao material estudado, técnicas aplicadas, nomenclatura utilizada, tabelas de cores utilizados, abreviaturas dos herbários, execução das figuras, etc.
Em Resultados só devem ser incorporados dados originais, obtidos durante o desenvolvimento da pesquisa. Quando forem incluídas chaves, elas deverão ser dicotômicas e progressivamente endentadas.
A Discussão conterá uma análise comparativa entre o que já se conhecia sobre o tema e o observado pelo autor.
No capítulo Conclusões, ficará condensada a contribuição do autor. Conforme a índole do trabalho poderão combinar-se Discussão e Conclusões.
As Tabelas deverão ser diagramadas em unidades que abranjam a caixa da revista.
Títulos
O título do trabalho deve ser conciso e informativo, tendo que sugerir um título abreviado para o cabeçalho de página. O título deve ser escrito com maiúsculas e em negrito; se incluir o nome de um táxon específico ou genérico, será acrescentada entre parênteses a categoria taxonômica superior à qual pertence (com exceção de Traqueófitos, a Divisão deve figurar sempre), excluindo toda sigla. Se nele se mencionar uma região geográfica muito localizada, deverá acrescentar entre parênteses o país e, de ser necessário, a subdivisão política correspondente.
O nome do ou dos autores deve ser escrito em maiúsculas, debaixo do título. O lugar de trabalho ou outros dados que quiser mencionar, serão indicados com chamadas no rodapé.
O título de cada capítulo será escrito também com maiúsculas e alinhado à esquerda. Se houver subtítulos, serão colocados junto à margem esquerda em itálico.
Nomes científicos
Os nomes latinos que designam gêneros, espécies, subespécies e variedades serão escritos em itálico, exceto aqueles que encabecem a descrição de um táxon, que serão escritos em negrito. Os nomes de famílias, ordens, etc., serão escritos em letra normal.
Siglas
 Deverão escrever-se só com a letra inicial maiúscula. Não se mencionarão no título do trabalho nem nas legendas das figuras. Apenas serão mostradas a primeira vez que forem nomeadas as categorias taxonômicas no texto, ou, senão, deverão figurar na lista que houver de material estudado.
Para cumprir com os requisitos de publicação para abreviaturas dos nomes de autores de táxons (Brummitt R. R. & C. E. Powell eds.1992. Authors of Plant Names. Royal Botanic Gardens, Kew.), abreviaturas de publicações periódicas (BPH) e abreviaturas de obras botânicas (TL2), os autores poderão utilizar o website da Universidade de Harvard:
Index of Botanical Publications
http://cms.huh.harvard.edu/databases/publication_index.html 
Material estudado
 Nos artigos de natureza taxonômica, aconselha-se a ordem seguinte na menção dos dados: país (em maiúsculas); província/estado (Prov/Est.); departamento (Dto.); localidade ou vila; data; sobrenome do coletor e número; sigla do herbário (entre parênteses), seguindo para isso as indicações da última edição do Index Herbariorum, conforme o seguinte exemplo:
ARGENTINA. Prov. Tucumán: Dpto. Trancas, Tapia, 14-XI-1920, Venturi 1046 (BAA, LIL).
Se o número de especímenes fosse elevado, recomenda-se anotar só um exemplar por localidade.
Em artigos não taxonômicos, deverão figurar os dados completos sobre lugar, data de coleta, coletor e número, indicando também o herbário em que os exemplares se encontram depositados.
Bibliografia
As obras mencionadas no texto deverão ser anotadas no final do trabalho, por ordem alfabética de autores e em ordem cronológica quando forem citados vários trabalhos do mesmo autor. Se os autores são vários, só no primeiro deles o sobrenome antecede o nome; nos restantes é ao contrário. Os nomes serão escritos com letras maiúsculas. Quando for mencionado o mesmo autor mais de uma vez, se deverá repetir sempre seu nome completo. Depois, o ano de publicação (que irá seguido de a, b, etc., quando houver vários trabalhos do mesmo autor num mesmo ano); o título do trabalho; o nome da revista onde se publicou (abreviado segundo o Botanico-Periodicum-Huntianum) em itálico; o número do volume; dois pontos; a paginação. Alguns exemplos:
ROIG, F. A., G. DEMARCO & C. WUILLOUD. 1980. El límite entre las provincias fitogeográficas del Monte y de la Patagonia en las llanuras altas de San Carlos, Mendoza. Bol. Soc. Argent. Bot. 19: 331-338.
RICHARDS, A. J. 1997. Plant breeding systems. 2nd ed. Chapman and Hall, London.
DONOGHUE, M. J. & J. A. DOYLE. 1989. Phylogenetic analysis of angiospems and the relationships of Hamamelidae. In: CRANE, P. R. & S. BLACKMORE (eds.), Evolution, systematics and fossil history of the Hamamelidae, pp. 17-45. Clarendon Press, Oxford.
Recomenda-se transformar os números romanos em arábicos na numeração de volumes.
As citações bibliográficas ou referências da bibliografia no texto deverão fazer-se da seguinte forma: Smith & Robinson (1994), (Burkart, 1952, 1957a, b; Archangelsky & Petriella, 1971), Poggio et al. (1993).
A bibliografia que acompanhar os nomes latinos das espécies ou gêneros, não se repetirá no capítulo BIBLIOGRAFIA, a não ser que seja mencionada em algum comentário. Os dados serão ordenados como segue: autor; nome da revista ou livro; volume e número; dois pontos; paginação (só a página onde se encontra citado tal nome); ano de publicação.
Material ”tipo”
Seus dados serão colocados a seguir da citação bibliográfica correspondente a cada táxon, seguindo a ordem indicada em Material estudado (ver e). Será indicada depois a categoria e o ou os herbários onde se encontram depositados, marcando com um ponto de admiração os exemplares examinados pelo autor. Por exemplo:
Gaya eligulata Krapov., Tressens et Fernández. Bol. Soc. Argent. Bot. 16: 97. 1974. Tipo: Brasil. Bahia, Joazeiro, Estação Experimental Manda-carú, 6-IV-1967, Krapovickas 12882 (Holotypus CTES!).
Quando o tipo corresponda a uma espécie antiga, recomenda-se transcrever entre aspas a citação completa que figura na diagnose original visando a preencher os dados do exemplar correspondente.
Ilustrações
As mesmas deverão ser ajustadas à largura de uma coluna (7,2 cm) ou ao tamanho da caixa da revista (15 cm de largura x 21,5 cm de comprimento, reservando, de ser possível, espaço para a legenda). Não serão aceitos originais de ilustrações que excedam o dobro do tamanho da caixa.
Para caracterizar os elementos de cada figura serão utilizadas letras maiúsculas. Para indicar detalhes particulares de cada elemento se usarão letras ou abreviaturas em minúscula. As figuras levarão uma escala ou então se indicará na legenda o aumento correspondente. Para tal efeito, todas as ilustrações e fotografias deverão ter uma folha de papel vegetal ou manteiga onde se colocarão as letras e escalas que corresponderem.
Os desenhos e gráficos poderão ser realizados manualmente com tinta nanquim ou com computador. Neste último caso deverão ser impressos com a maior definição e contraste possíveis. Será utilizado papel branco liso de grossura adequada.
Fotografias com bom foco e alto contraste serão apresentadas em papel brilhante. Para armá-las se recomenda enquadrar corretamente as cópias fotográficas, sem deixar espaços entre elas, ou então utilizando separadores de papel de largura uniforme. As mesmas devem ser coladas sobre um papelão branco.
No dorso das ilustrações escrever suavemente a lápis o nome dos autores, o título do trabalho e o número da figura.
As legendas das ilustrações devem ser escritas em folha separada anexa no final do texto.
Todas as ilustrações devem estar numeradas conforme a ordem em que são citadas no texto.

 

 

Envio de manuscritos

 

O Boletín de la Sociedad Argentina de Botánica publica trabalhos científicos originais de todo o espectro da botânica (estrutura, desenvolvimento, taxonomia, citologia, genética, evolução, fitogeografia, ecologia, etc.) nos diversos organismos vegetais e fungos, tanto em aspectos básicos quanto em aplicados. Os artigos não deverão exceder as 16 páginas impressas, incluindo as ilustrações, a não ser no caso de artigos convidados especialmente.
Os manuscritos serão avaliados por dois revisores anônimos; quando suas opiniões forem divergentes, será consultado um terceiro revisor, ficando a decisão final sempre para o Comitê Editorial. Posteriormente, serão informados os autores do resultado da avaliação.
O rigoroso cumprimento das Instruções que se detalham a seguir, facilitará a avaliação dos trabalhos enviados para serem publicados. Se eles não se enquadrarem dentro de tais normas serão devolvidos para sua adaptação, antes de serem considerados pelo Comitê Editorial. Do mesmo modo, deve considerar-se que a própria revista deve ser o primeiro guia para os contribuintes.
Para sua revisão, o manuscrito original mais duas cópias (incluindo também cópias das ilustrações, gráficos e quadros) devem ser enviados, em papel tamanho A4, a espaço duplo numa única face do papel, com margens não menores de 2,5 cm, enviando também em anexo o arquivo num disquete 3 ½. Os originais das ilustrações deverão ser enviados quando o trabalho for aceito. Os manuscritos devem ser enviados ao Diretor, indicando um endereço de correio eletrônico através do qual seja possível comunicar-se com o autor ou com algum dos autores.
Apenas uma cópia do artigo aceito, depois de ser revisto e corrigido, deverá ser reenviada ao Diretor.
As correções das provas de impressão devem limitar-se a erros tipográficos, evitando introduzir modificações extensas no original. Caso elas sejam necessárias, o adicional no preço motivado por tais modificações ficará por conta do autor. O custo das ilustrações a cores, se houver, e das separatas também será pago pelo autor.

 

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


2014 Sociedad Argentina de Botánica

Instituto Multidisciplinario de Biología Vegetal (IMBIV-CONICET)
Casilla de Correo 495

(X5000WAE) - Córdoba (Córdoba)
República Argentina

Tel./Fax: (+54 351) 433-2104

www.botanicargentina.com.ar/
logo
boletin@gmail.com

SciELO Argentina URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_serial&pid=1851-2372&lng=pt&nrm=iso