logo

ISSN 0327-3776
versão impresa
ISSN 1850-275X
versão on-line

Instruções aos autores

 

Escopo e política editorial

 

Cuadernos de Antropología Social publica artigos originais, conferências, entrevista, traduções, comentários de livros e debates.
CUADERNOS DE ANTROPOLOGÍA SOCIAL devem cumprir os seguintes requisitos:
a) ser inéditos, não poderão estar simultaneamente em processo de avaliação em outra publicação, e devem ter sido elaborados durante o ano do envio;
b) colaborar com a área da Antropologia Social, mostrando claramente o modo em que os problemas e os dados contribuem a linhas de discussão atuais da disciplina;
c) apresentar resultados originais decorrentes de pesquisas finalizadas ou avançadas;
d) conter um desenvolvimento metodológico claro e uma análise consistente dos dados, e e) incluir uma discussão conceitual e uma bibliografia relevante e atualizada em sua temática.
O Comitê Editorial verificará que os artigos apresentados se ajustem aos objetivos e lineamentos editoriais da revista, à proposta do número e às normas de publicação vigentes, e enviará a avaliação externa. Não serão considerados para a avaliação os artigos entregues fora de termo nem aqueles que não contemplem as diretrizes estabelecidas pela revista.

 

 

Forma e preparação de manuscritos

 

1. Os textos dos trabalhos devem estar digitados em processador de texto do tipo Word ou outro, aceitando formatos doc, rtf, odt (OpenOffice.org). Recomenda-se o uso de teclado espanhol ou, senão, escrever as letras com acento e o ñ em código ASCH.
2. Os artigos devem ter uma extensão máxima total de 8.500 palavras (incluindo notas e bibliografia), folha tamanho A4, com margens de 2,5 cm (superior, inferior, direita e esquerda), a espaço duplo e letra do tipo Times New Roman 12 pto. As resenhas não deverão superar as 1.100 palavras incluindo título e notas.
3. Título do artigo centralizado em letra normal utilizando maiúscula/minúsculas segundo corresponda, sem sublinhar nem em negrito.
4 Autor/es: nome e sobrenome na margem direita, com nota final (do tipo*) indicando título, cargo, lugar de trabalho e/ou instituição à qual pertence, endereço de correio eletrônico, data de realização e data de entrega do artigo. Esta nota deve ir colocada imediatamente depois do subtítulo notas, e antes do resto das notas numeradas a partir de 1, se houver.
5. Resumos em idiomas espanhol, inglês e português, de até 150 palavras cada um. Incluir a tradução do título do artigo e cinco (5) palavras chave nos três idiomas, em maiúscula/minúsculas e separadas por vírgulas. Palavras Chave: HIV/Aids, Violência estrutural, Gênero, Pobreza, Estigma
6. Subtítulos em margem esquerda, em maiúscula/minúsculas, sem sublinhar nem negrito. Subtítulos primários e secundários no corpo de letra 12 pto. e 11 pto. respectivamente.
7. Os quadros, gráficos, fotos e ilustrações devem ser enviados em arquivo separado (formatos TIF, JPG ou PNG) numerados conforme ordem de aparecimento no texto (o qual deve indicar claramente sua localização e incluir o epígrafe correspondente). A resolução mínima do arquivo deve ser 300 ppp, ou senão deve estar em anexo no envio postal original ou cópia impressa de boa qualidade para sua posterior digitalização.
8. As transcrições textuais de autores bem como as entrevistas e citações de cadernos de campo, que não superem as três linhas serão mantidas no corpo principal do texto, entre aspas e sem itálico nem negrito. Em caso de referências de mais de três linhas, será apresentada separada do corpo principal do texto com um espaço ao começar e outro ao finalizar, sem utilizar aspas, itálico nem negrito.
9. A citações bibliográficas colocadas no corpo principal do texto devem manter a seguinte forma de referência: (Sobrenome autor, data), no caso de citação textual incluir página/s. Exemplo: (Alonso, 1988:49). Em caso de mais de uma citação se ordenará cronologicamente por ano de publicação do mais antigo para o mais recente. Ex: (García Canclini, 1992, 1995). Em caso de tratar-se de mais de três autores, é citado apenas o primeiro e se agrega et al. Não utilizar as expressões Op. Cit. e Ibid.
10. A bibliografia deve ser colocada no final do artigo sem utilizar recuos, referenciando apenas aquela citada no artigo (se for necessário especificar outros dados –edição original, modificações nas edições, etc– deverá adicionar-se no final da citação correspondente). As citações devem seguir o formato: Sobrenome de autor em maiúscula, Nome completo em maiúscula/minúsculas. Exemplos:
Livros
GORDILLO, Gastón. 2006. En el Gran Chaco: Antropología e historias. Buenos Aires: Prometeo.
Compilação
GRIMBERG Mabel, FERNANDEZ ALVAREZ María Inés e MARTINEZ Josefina (comp.). 2008. Investigaciones en Antropología Social. Buenos Aires: Antropofagia y Facultad de Filosofía y Letras – UBA.
Capítulo de livro
TISCORNIA, Sofía. 2007. “Ordenes secretas, edictos y poder de policía. Usos y costumbres de los intermediarios en los márgenes del derecho”. Em: Palacios, J. M. y M. Candioti (eds.) Justicia, política y derechos en América Latina. Buenos Aires: Prometeo. pp 145-166.
Artigo em revista
ABDUCA, Ricardo Gabriel. 2007. “La reciprocidad y el don no son la misma cosa”. Cuadernos de Antropología Social, Nro. 26: 107-124.
Tese acadêmica
MANZANO, Virginia. 2007. De La Matanza Obrera a Capital Nacional del Piquete: Etnografía de procesos políticos y cotidianos en contextos de transformación social. Tese de Doutoramento, Facultad de Filosofía y Letras, Universidad de Buenos Aires.
Artigos on line
GIGLIA, Angela. 2002. Espacio público y espacios cerrados en la Ciudad de México.http://uam-antropologia.info/web/articulos/giglia_art01.pdf. (3 de agosto de 2009)
11. O texto que deseje ressaltar deve ir em itálico. Não utilizar sublinhados nem negrito em nenhum caso.
12. Os números de nota colocados no corpo do texto devem estar em superíndice. Si vão no final de uma oração ou junto a um sinal de pontuação, devem colocar-se depois do mesmo.
13. As notas devem ser digitadas no final do artigo (antes da bibliografia) seguindo as mesmas normas que para o texto principal e com os números de nota em superíndice. Não utilizar o comando de Word para agregar “notas no rodapé” ou “notas no final”.
14. Os agradecimentos, bem como qualquer esclarecimento extra relativa ao trabalho (colaboradores, etc.) poderão ser incluídos sob o subtítulo “Agradecimentos” em forma posterior às notas e antes da bibliografia.

 

 

Envio de manuscritos

 

Os autores deverão enviar uma versão digital ao correio eletrônico da revista (cuadernosseanso@gmail.com), incluindo em arquivo separado um breve curriculum vitae de no máximo 3 páginas, que indique a tarefa e publicações dos últimos cinco anos, endereço pessoal, telefone e endereço eletrônico. Também deverão enviar um original e duas cópias impressas através do correio postal para o seguinte endereço (esta indicação não é válida para pessoas que residam no exterior):
Sección de Antropología Social
Puán 470, 4º piso, oficina 404
C1406CQJ Ciudad de Buenos Aires, Argentina.
Para consultas:
Telefone: (54 11) 4432-0606, ramal. 192

Correio eletrônico: cuadernosseanso@gmail.com
 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


2014 Universidad de Buenos Aires. Facultad de Filosofía y Letras
Instituto de Ciencias Antropológicas. Sección de Antropología Social

Puán 480 - Piso 4 - Of. 414 (1406) Buenos Aires, Argentina
Tel.: (54 11) 4432-0606 int. 192 / Fax: 4432-0121

logo
http://www.filo.uba.ar/contenidos/investigacion/institutos/antropo/Home/Antrop-Social/antropologiasocial.htm
cuadernosseanso@gmail.com

SciELO Argentina URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_serial&pid=1850-275X&lng=pt&nrm=iso