logo

ISSN 0025-7680
versão impresa
ISSN 1669-9106
versão online

Instruções aos autores

 

Escopo e política

 

Medicina (Buenos Aires) é uma publicação bimestral que aceita trabalhos de medicina clínica ou experimental originais e inéditos. Pode aceitar aqueles já comunicados em sociedades científicas. Para a preparação de manuscritos, a revista se tem adequado aos requerimentos do  International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE) em sua mais recente atualização, disponível em http://www.icmje.org. podem-se consultar guias para publicações em http:// www.equator-network.or, em espanhol en http: // www.espanol.equator-network.org

 

 

Forma e preparação de manuscritos

 

Será enviado o manuscrito completo (texto, tabelas e figuras) como arquivo anexo a  e-mail ao endereço eletrônico revmedbuenosaires@gmail.com. A primeira página levará: (a) o título, informativo e conciso; (b) os nomes completos dos autores e das instituições em que se desempenham; (c) um título abreviado para cabeça de página; (d) o número total de palavras do artigo, sem as referências bibliográficas; (e) o nome e endereço completo, com fax e endereço eletrônico, do autor com quem se deva manter correspondência.
A nota que acompanhe o envio de um trabalho estará assinada por todos os autores, com a indicação da seção a que corresponderia o manuscrito, e a asseveração de que os conteúdos não têm sido anteriormente publicados. Aqueles que figurem como autores devem ter participado na pesquisa ou na elaboração do manuscrito e fazer-se publicamente responsáveis de seu conteúdo. Por isto para cada artigo se permite um máximo de 6 autores; se são mais de 6, a carta de apresentação deverá explicar a contribuição de cada autor ao trabalho. As normas para a autoria se explicam em extenso em http://www.icmje.org.Quando é aprovada a publicação do trabalho, MEDICINA retém os direitos de sua reprodução total ou parcial. Aqueles que desejem reproduzir material publicado na revista devem solicitar licença ao Comitê de Redação. Igualmente, para incluir material de outras fontes com direitos de autor em artigos a publicar em MEDICINA, se deve obter a correspondente autorização, e anexar cópia do mesmo ao artigo proposto para publicação.
As seções incluem: Artigos originais, (Trabalhos Completos e Comunicações Breves), Artigos Especiais, Casuísticas, Reuniões Anatomo-clínicas, Imagens em Medicina, Editoriais, Cartas ao Comitê de Redação, Comentários Bibliográficos e Terapeuticas Clinicas. Os Artigos Originais. Especiais e Comunicações Breves podem publicar-se em espanhol ou inglês. Os trabalhos serão preparados em Microsoft Word, em papel tamanho carta ou A4, com margens de no mínimo 25 mm, escritos numa só face do papel, a espaço duplo, em letra de tipo Times New Roman 12, Arial 12, ou outra de tamanho similar. As páginas são numeradas em forma consecutiva começando com a do título.
Unidades de medida: será utilizado o sistema métrico decimal, usando pontos para os decimais.
Abreviaturas, siglas, acrônimos e símbolos: Será evitado seu uso no título e no resumo. Só serão utilizadas abreviaturas padrão. A primeira vez que se utilizem irão precedidos pelo termo completo, salvo que se trate de unidades de medida padrão.
Os Trabalhos Originais estarão divididos em Introdução (que não deve levar título), Materiais e Métodos, Resultados e Discussão, um Resumo em espanhol e outro em inglês (Abstract), precedido pelo correspondente título. Os trabalhos em inglês, levarão o título em espanhol, encabeçando o Resumo, e os trabalhos em espanhol, o título em inglês encabeçando o Abstract. Ambos Resumos serão colocados depois da primeira página, e cada um deles não excederá das 250 palavras, evitando a menção de tabelas e figuras. Três a seis palavras chave irão no final do Resumo, e as mesmas, em inglês (key words) no final do Abstract. Para sua seleção se recorrerá a termos incluídos na lista do Index Medicus (Medical Subject Headings, MeSH). Para cada seção se iniciará uma nova página.
Na Introdução se apresentam os objetivos do trabalho, e são resumidas as bases para o estudo ou a observação. Não deve incluir resultados ou conclusões do trabalho. Materiais e Métodos incluem uma descrição da seleção dos sujeitos estudados e suas características; (b) os métodos, aparelhos e procedimentos. Em estudos clínicos se informarão detalhes do protocolo (população estudada, intervenções efetuadas, bases estatísticas); (c) guias ou normas éticas seguidas; (d) descrição de métodos estatísticos. Os Resultados se apresentarão numa sequência lógica. Não repetir no texto as informações apresentadas em Tabelas ou Figuras. Na Discussão se ressaltam os aspectos novos e importantes do estudo, as conclusões decorrentes deles, e sua relação com os objetivos que figuram na Introdução. Não repetir informações que já figurem em outras seções do trabalho. Evitar declarações de prioridade e referências a trabalhos ainda não completados. Quando corresponda agregar Agradecimentos, precedendo a bibliografia; se couber serão citados: reconhecimento por apoio técnico, contribuições financeiras, contribuições que não cheguem a justificar autoria. Nesses casos os autores serão responsáveis de contar com o consentimento escrito das pessoas nomeadas. Devem ser declarados os Conflitos de Interesses.
A Bibliografia se limitará àqueles artigos diretamente relacionados com o trabalho mesmo, evitando as revisões bibliográficas extensas. Serão numeradas as referências consecutivamente, na ordem em que sejam mencionadas no trabalho. Serão incluídos todos os autores quando forem seis ou menos; se forem mais, o terceiro será seguido da expressão “, et al”. Os títulos das revistas serão abreviados segundo o estilo utilizado no Index Medicus (em: www2.bg.am.poznan.pl/czasopisma/medicus.php?lang=eng, ou em  www.nlm.nih.gov).  No texto as citações serão mencionadas por seus números em superíndices.
Na lista de referências, as revistas, os livros, os capítulos de livros, e os sites de Internet se apresentarão de acordo com os seguintes exemplos:
1. van Klaveren RJ, Oudkerk M, Prokop M, et al. Management of lung nodules detected by volume CT scanning. N Engl J Med 2009; 361: 2221-9.
2. World Health Organization. Global tuberculosis control: surveillance, planning, financing. WHO report 2005. WHO/htm/tb/2005.349. Geneva: World Health Organization, 2005.

3. Philips DJ, Whisnant JP. Hypertension and stroke. In: Laragh JH, Brenner BM, eds. Hypertension: pathophysiology, diagnosis, and management, 2nd ed. New York: Raven Press, 1995, p 465-78.

4. Helman A. Air pressure and Mount McKinley. En: http://www.cohp.org/ak/notes/pressure_altitude_simplified_II.html; accesada 19/10/2009.

As comunicações pessoais são citadas no texto. As Tabelas, apresentadas em folhas individuais, e numeradas com números arábicos, devem ser indispensáveis e compreensíveis por si mesmas, e possuir um título explicativo. As notas de esclarecimento vão no rodapé, e não no título. Não utilizar linhas verticais de separação entre colunas nem linhas horizontais, salvo três: as que separam o título da Tabela, os cabeçalhos do resto, e a que indica a terminação da Tabela. As Figuras (desenhos ou fotografias em preto e branco) têm de permitir uma reprodução adequada e serão numeradas correlativamente com uma legenda explicativa em folha separada. As flechas, símbolos ou letras incluídas devem apresentar bom contraste com o fundo.
Os Artigos Especiais, Avanços em medicina (atualizações, reviews), terão uma extensão máxima de 7000 palavras e não mais de 100 referências.
As Comunicações Breves correspondem a resultados preliminares que por seu interesse justifiquem uma difusão antecipada. Como o manuscrito não poderá exceder as 2500 palavras, se prescindirá da divisão em seções, embora mantendo a sequência habitual, com até 15 referências e não mais de duas Tabelas ou Figuras. A publicação de Comunicações Breves se concretizará num período menor aos três meses de sua aceitação.
As Casuísticas, com uma observação, conceito diagnóstico, clínico, associação nova, ou um novo ponto de vista sobre algo pouco conhecido ou que deixe um ensinamento, estarão integradas por Introdução, Caso Clínico e Discussão. Não excederão as 1500-2000 palavras. Podem incluir até duas Tabelas o Figuras, e não mais de 15 referências. As Casuísticas e as Comunicações Breves também levam Resumo e Abstract.
As Imagens em Medicina podem corresponder a raios X, eletrocardiogramas, ultra-sonografias, angiografias, tomografias computadorizadas, ressonância nuclear magnética, microscopia óptica ou eletrônica, etc. Tais imagens, não necessariamente excepcionais mas sim ilustrativas, irão acompanhadas de uma legenda explicativa que não excederá as 200 palavras, devem permitir uma reprodução adequada e incluir flechas indicadoras caso seja necessário.
As Cartas ao Comitê de Redação estarão referidas de preferência a artigos publicados na revista. Não excederão as mil palavras, podem incluir até seis referências e uma Tabela ou Figura. A oportunidade e as eventuais características dos Editoriais ficam exclusivamente a critério do Comitê de Redação. Cada manuscrito recebido é examinado pelo Comitê de Redação, e também por um ou dois revisores externos. Depois dessa revisão o autor responsável é notificado sobre a aceitação (com ou sem correções e modificações) ou sobre a rejeição do manuscrito. O Comitê de Redação se reserva o direito de introduzir, com conhecimento dos autores, todas as modificações editoriais exigidas pelas normas gramaticais e as necessidades de compaginação.
Envio da version final. Enviasse-se como arquivo anexo a e-mail à direccion electrónica revmedbuenosaires@gmail.com. Uma vez que o articulo é aceitado os autores abonaran US$ 70 pela cada página impressa. Esta soma inclui a provision de 50 apartados.
Para mais detalhe pode consultar: Modelo-Guia de Apresentação de um Artigo Original (En: www.medicibuenosaires.com)

 

 

Envio de manuscritos

 

Além de duas cópias impressas da versão final do trabalho, já aceito para publicação, o mesmo será enviado como arquivo anexo a e-mail para o endereço eletrônico revmedbuenosaires@gmail.com

 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


2014  Fundación Revista Medicina (Buenos Aires)

C. de Malvinas 3150 (1427) Buenos Aires - Argentina
Tel.: 4514-8701/09 Int. 174 y 4523-6619
Fax: 54-11-4523-6619

logo
revmedbuenosaires@gmail.com
http:// www.medicinabuenosaires.com

SciELO Argentina URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_serial&pid=0025-7680&lng=pt&nrm=iso