logo

ISSN 0327-9383
versão impresa
ISSN 1666-0536
versão online

Instruções aos autores

 

Escopo e política

 

Mastozoología Neotropical é uma publicação periódica semestral (junho e dezembro) dedicada à difusão de pesquisas originais nas variadas disciplinas que estudam os mamíferos neotropicais, vivos ou extintos. Está dirigida à comunidade de pesquisadores de mastozoologia, estudantes, formados e público em geral. Os manuscritos são submetidos a avaliação de pares, mediante um sistema de Editores Associados e revisores especialistas, de reconhecida trajetória internacional na temática pertinente. Aceita manuscritos em espanhol, português e inglês. Serão considerados dois tipos principais de manuscritos, em função de sua longitude: artigos regulares (máximo 12 000 palavras) e notas (máximo 3000 palavras). Para manuscritos mais extensos os autores devem comunicar-se previamente com o Editor Responsável. Também se publicam, na medida de sua disponibilidade, outras contribuições como resumos de teses, revisões de livros, comentários, notícias, etc.

Mastozoología Neotropical é publicada com fundos da SAREM (Sociedad Argentina para el Estudio de los Mamíferos), os quais incluem o pagamento de quotas societárias. Como consequência, os sócios de SAREM, com a quota societária anual paga, têm direito a publicar sem custo. Os autores que não sejam sócios de SAREM podem publicar em MASTOZOOLOGÍA NEOTROPICAL considerando um custo básico e atual de u$s 15 por página até 10 páginas impressas, u$s 10 por página entre 11 a 25 páginas e u$s 20 por página excedente.
 

 

Forma e preparação de manuscritos

 

1. Aspectos gerais: todo o texto (incluindo a literatura citada) deverá ser escrito a espaço duplo em arquivos processados eletronicamente, com letra tamanho 12 (preferentemente Times New Roman), em folhas A4 numeradas correlativamente, com 2.5 cm de margens (em todos os casos), sem alinhar a margem direita. Todos os parágrafos devem ser endentados com uma tabulação de 1 cm. Não deve ser utilizado negrito. Os  nomes científicos de categoria genérica ou inferior serão escritos em itálico. No texto, figuras e tabelas, utilizar o sistema métrico para a indicação das medidas e graus Celsius para as temperaturas. As figuras devem ser referidas no texto mediante a abreviatura Fig. ou Figs. Para os números com cifras decimais utilize pontos (e. g., 25.6). Os números entre um e nove devem ser escritos em letras (e. g., um, nove). Designe o tempo de relógio no sistema de 24 horas e escreva-o como 06:30 ou 20:00. As diversas expressões latinas, e. g., et al., vide, fide, i. e., serão escritas em texto normal. Não se aceitam notas de rodapé.
2. Primeira página: deverá conter o título, autor/es, endereço do trabalho, título breve e nome do autor para correspondência.
O título serã escrito centralizado, em maiúsculas com letra normal, exceto os nomes científicos que serão escritos em itálico com maiúsculas e minúsculas. Deixando un renglón se escribirá el nombre del/los autores, indicando com exponencial numérico (1, 2) o endereço correspondente. Um dos nomes de cada autor deve ser escrito completo, seguido das iniciais (caso tenha mais de um nome) e, finalmente, o sobrenome. O  mesmo se fará para os coautores. O endereço completo de cada autor se indicará com o exponencial numérico correspondente. Este deve incluir a seção ou departamento da instituição, nome completo da instituição, rua e número, código postal e localidade e país. A seguir poderão acrescentar, a vontade, números de telefone, fax e endereço de correio eletrônico.
Título breve. Será incluído depois do endereço de trabalho, deixando livre uma linha. O autor deve indicar um título breve (de não mais de 50 caracteres) indicativo da temática do manuscrito (preferentemente, um abreviado do título completo), EM MAIÚSCULAS.
Exemplo (primeira página):
DISTRIBUIÇÃO E SISTEMÁTICA DOS MORCEGOS DO GÊNERO Eptesicus (CHIROPTERA-VESPERTILIONIDAE) NAS YUNGAS DA ARGENTINA
Alejandro A. Medina1, Diego Rodriguez2 e Juan M. Castaño1
1 PIDBA, Facultad de Ciencias Naturales, Universidad Nacional de Tucumán, Miguel Lillo 255, 4000 San Miguel de Tucumán, Tucumán, Argentina. Teléfono: 0381-4331339. E-mail: pidba@arnet.com.ar. 2 Sección Mastozoología, Facultad de Ciencias Naturales, Universidad Nacional
de Tucumán, Miguel Lillo 205, 4000 San
Miguel de Tucumán, Tucumán, Argentina.
Título breve: O GÊNERO Eptesicus NAS YUNGAS.
Correspondência:
Alejandro A. Medina
Facultad de Ciencias Naturales
Universidad Nacional de Tucumán
Miguel Lillo 255
4000 San Miguel de Tucumán
Tucumán – Argentina
Teléfono 0381-4331339.
E-mail: pidba@arnet.com.ar
3. Segunda página e seguintes: deverão conter o resumo, palavras chave e o corpo do texto.
Os manuscritos em espanhol ou inglês devem incluir um ABSTRACT (em inglês americano), um RESUMO (em espanhol), Key words (em inglês americano) e Palavras chave (em espanhol). Os manuscritos em português devem incluir um ABSTRACT, um RESUMO (em português), Key words e cinco Palavras chave (em português). A longitude máxima para o resumo é de 250 palavras para artigos regulares e 100 para notas. As  palavras chave não devem ser mais de cinco por idioma, devem ser indicativas do conteúdo do manuscrito e, se possível, não repetir as palavras que constituem o título.
O texto dos artigos regulares se dividirá de preferência nas seções tradicionais: INTRODUÇÃO, MATERIAIS E MÉTODOS, RESULTADOS, DISCUSSÃO, CONCLUSÕES, AGRADECIMENTOS, LITERATURA CITADA. Podem ser utilizados outros títulos ou combinações destes. Sempre o início de uma seção de importância principal deve indicar-se a modo de título principal e em MAIUSCULAS.
Subtítulos: Os subtítulos devem sublinhar-se, sem ponto final e o texto começa a ser escrito, endentado, na linha seguinte.
Nas notas, não se utilizará divisão por seções.
LITERATURA CITADA
Os autores deverão ser cuidadosos de acrescentar na literatura citada todos os trabalhos indicados no texto e vice-versa. Evite as citações de resumos. Podem ser citadas teses inéditas (de doutoramento, grau, mestrado, licenciatura), sempre que estejam depositadas nas bibliotecas das instituições outorgantes dos títulos.
Para as citações no texto escreva o nome do autor e depois de uma vírgula, o ano (Yepes, 1944). Para citações do autor dentro do parágrafo: Yepes (1944), o ano vai entre parênteses. Para trabalhos de dois autores, ambos devem ser incluídos: Cabrera e Yepes (1940). Para trabalhos de mais de dois autores escreva o primeiro autor seguido de et al. (Flores et al., 2001) ou Flores et al. (2001), segundo corresponda. Quando devam ser citados numerosos autores num parágrafo ordene as citações cronologicamente: Ameghino (1889), Reig et al. (1987), Pascual (1995), Patton et al. (1996), D’Elía (2003). Quando a lista de autores vai entre parênteses, cada citação vai separada por ponto e vírgula: (Ameghino, 1889; Reig et al., 1987; Pascual, 1995; Patton et al., 1996; D’Elía, 2003).
Exemplos:
PEARSON OP. 1995. Annotated keys for identifying small mammals living in or near Nahuel Huapi National Park or Lanín National Park, Southern Argentina. Mastozoología Neotropical 2:99-148.
MASSOIA E y A FORNES. 1967. El estado sistemático, distribución geográfica y datos etoecológicos de algunos mamíferos neotropicales (Marsupialia y Rodentia) con la descripción de Cabreramys, género nuevo (Cricetidae). Acta Zoológica Lilloana 23:407-430.
SIEGEL S. 1956. Non-metric statistics for the behavioral sciences. McGraw-Hill Book Company, New York. MARES MA, RA OJEDA, JK BRAUN y RM BARQUEZ. 1997. Systematics, distribution, and ecology of the mammals of Catamarca Province, Argentina. Pp. 89-141, en: Life among the muses: Papers in Honor of James S. Findley (TL Yates, WL Gannon y DE Wilson, eds.). Special Publication, The Museum of Southwestern Biology 3.
NABTE MJ. 2003. Dieta de Athene cunicularia (Aves: Strigiformes) no nordeste da província do Chubut, Argentina. Tese de licenciatura inédita, Facultad de Ciencias Naturales, Universidad Nacional de la Patagonia San Juan Bosco, Puerto Madryn, Argentina.
MYERS P. 2001. Mammalia. http://animaldiversity.ummz.umich.edu
APÊNDICES
Se corresponder, depois da literatura citada se incluirão apêndices (numerados em formato arábico) para detalhar materiais examinados, listas de localidades, etc. Não se aceitarão manuscritos de revisão taxonômica ou sistemática sem o correspondente apêndice de especímenes estudados (ou, alternativamente, sua lista em alguma seção do texto ou tabelas).
TABELAS E FIGURAS
As tabelas e figuras (nessa ordem), numeradas em formato arábico, serão acrescentados no final do manuscrito, cada uma em folha separada encabeçada pela legenda correspondente, que deve ser concisa e auto-explicativa. Os desenhos que contenham linhas e texto devem ser desenhados para suportar uma redução de 50% em seu tamanho original. Para o processo de revisão serão aceitos arquivos de baixa resolução, mas de boa qualidade e legíveis (preferentemente formato JPG). Se o trabalho for aceito se solicitará aos autores o envio de imagens de maior qualidade. Considere que um arquivo ilegível ou de má qualidade pode prejudicar a avaliação da informação contida. Tente desenhar ilustrações para uma só coluna (largura máxima 6.6 cm). As fotografias são bem recebidas; devem ser precisas e de bom contraste. Quando se aceitam manuscritos, os autores devem enviar preferentemente as fotografias em papel brilhante ou em suas versões eletrônicas (formato TIFF com resolução não menor de 600 dpi).

 

 

Envio de manuscritos

 

Os manuscritos que não cumprirem com as normas editoriais serão enviados novamente aos autores para serem reordenados de acordo com elas. O manuscrito, elaborado num único arquivo (com figuras e tabelas incluídas, em formato DOC, RTF ou PDF), deve ser enviado eletronicamente a:
Ulyses F. J. Pardiñas
Editor Responsável Mastozoología Neotropical
<ulyses@cenpat.edu.ar>

O PROCESSO DE REVISÃO

Quando são recebidos, os manuscritos são submetidos ao processo de revisão e são enviados a um Editor Associado, quem por sua vez seleciona dois revisores especialistas na temática do manuscrito e informa ao autor sobre os resultados da avaliação e os passos a seguir caso o manuscrito seja aceito para sua publicação.
Os autores poderão submeter os resultados de suas pesquisas para serem publicados em MASTOZOOLOGÍA NEOTROPICAL, considerando as seguintes diretrizes: a informação contida no trabalho não deverá ser enviada a mais de uma revista ou meio de comunicação ao mesmo tempo e deve ser original. Deve evitar-se a fragmentação dos trabalhos de pesquisa. Isto implica que o autor principal deve assegurar que nenhum dos co-autores tenha enviado a outra revista uma versão do documento para sua publicação. Não se devem resenhar nomes fictícios como autor ou co-autor. Os autores que submetem um manuscrito para publicação aceitam a responsabilidade pelas pessoas que são incluídas.
 

[Home] [Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


2014 Sociedad Argentina para el Estudio de los Mamíferos (SAREM)

Facultad de Ciencias Naturales e Instituto Miguel Lillo, Mamíferos
Miguel Lillo 205 - Piso 4 PIDBA
T4000JFE - San Miguel de Tucumán (Tucumán)
República Argentina

www.cricyt.edu.ar/mn/mn.htm
mnsarem@lab.cricyt.edu.ar

pidba@arnet.com.ar

SciELO Argentina URL: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_serial&pid=1851-4979&lng=pt&nrm=iso