SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número3Calidad en el laboratorio de urgencias: determinación del estado ácido-baseMetodología UV para la determinación de los antichagásicos Nifurtimox y Benznidazol en sangre índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Bookmark


Acta bioquímica clínica latinoamericana

versión impresa ISSN 0325-2957

Resumen

PONCE DE LEON, Patricia; DI VITA, Santiago; BIONDI, Claudia  y  VALVERDE, Juana. Captação de ácido siálico por vermes de Ascaris lumbricoides durante incubação in vivo. Acta bioquím. clín. latinoam. [online]. 2011, vol.45, n.3, pp. 455-461. ISSN 0325-2957.

A agregação eritrocitária afeta a microcirculação e seu estudo é Importante nas vasculopatias. Foi comunicado que o Ascaris lumbricoides pode capturar ácido siálico (AS) do eritrocito e alterar a carga aniônica do glóbulo. O objetivo deste trabalho foi estudar a captação de AS por vermes de A. lumbricoides incubados in vivo com eritrocitos. Trabalhouse com uma concentração de larvas ([CLAL]) incubada em 4 tubos com buffer fosfato e antibióticos. Em dois foram agregados eritrocitos Grupo O. Os restantes foram controles. Foram incubados a 37 °C (5% CO2) durante 24 e 48 horas. As larvas foram separadas, coletadas, concentradas e contadas microscopicamente (larvas/mL: [CLAL]1: 1500-1700; [CLAL]3 1600-1800; [CLAL]2 e 4: 200-400). As técnicas utilizadas foram de Inibição da Agregação por Polybrene (IAP) e Alcian Blue (AB). A IAP mostrou uma diferenga significativa entre os Títulos de Polybrene diluido em solução fisiológica e em [CLAL]1 e 2 que foram incubados com eritrocitos 24 e 48 horas respectivamente. Näo houve variação no Título dos Controles correspondentes ([CLAL]3 e [CLAL]4). AB realizada em [CLAL]1 e [CLAL]3, determinou CASCap%= 6,65% ± 0,36 e CAS[CLAL]3% = 0,67% ± 0,36. A experiencia demons-trou a captação de AS pelos vermes incubados in vivo com eritrócitos e sugeriu que eles näo apresentam AS intrínseco. O sequestro de AS durante a migração de larvas poderia ser importante na interação parasita-hospedeiro.

Palabras llave : Captação; Ácido siálico; Verme; Ascaris lumbricoides.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · pdf en Español