SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 issue1Biological variation of serum aldolase: its use for interpretation of the resultsMicroscopio examination in fresh mount preparation for the diagnosis of pulmonary pneumocystosis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

  • Have no cited articlesCited by SciELO

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Bookmark


Acta bioquímica clínica latinoamericana

Print version ISSN 0325-2957

Abstract

FOSCH, Sonia et al. Carreamento nasal de Staphylococcus aureus em indivíduos da comunidade: fatores epidemiológicos. Acta bioquím. clín. latinoam. [online]. 2012, vol.46, n.1, pp. 59-68. ISSN 0325-2957.

O carreamento nasal de Staphylococcus aureus (SAU) em individuos saudáveis confirma sua disseminagao, constitui uma fonte potencial de infecgao e é relacionada com patologias atópicas. O objetivo do trabalho foi determinar a prevalencia de colonizagao nasal de SAU em individuos da comunidade, seus respectivos padróes de resistencia antimicrobiana (PRA) e sua associagao com fatores epidemiológicos. Foi realizado um estudo em 150 esfregagos nasais. Identificaramse os isolados de SA U por métodos convencionais, e foi avaliada sua sensibilidade antimicrobiana pelo método de difusao com discos de Kirby-Bauer e em cepas de Staphylococcus aureus resistentes a meticilina (SAMR) foi confirmada a presenga do gene mec A e se investigou o gene lpv codificante da toxina de Panton - Valentine (LPV) por PCR. Foi analisada sua associagao com fatores epidemiológicos (lesóes, rinite, etc.) com o programa SPSS. Obtiveramse 119 isolamentos de SAU (79%) com 12 PRA. As PCR das cepas SAMR foram positivas para o gene mec A e negativas para o gene lpv. Estatisticamente se detectou associagao de colonizagao nasal com sexo masculino e rinite. Concluise que a prevalencia de carreamento nasal de SAU na comunidade foi elevada e maior em homens. Os isolamentos multirresistentes e SAMR- LPV (-) sugerem relagao hospitalar e sua disseminagao para a comunidade. É importante o achado da associagao epidemiológica com rinite, a qual confirma vinculagao com patologias atópicas.

Keywords : Staphylococcus aureus; Colonizagao nasal; Comunidade; Resistencia antimicrobiana; Patologias atópicas.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish     · pdf in Spanish