SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 número2Estudo de dois sistemas de transporte para manter a viabilidade de bactérias de interesse clínicoAção de Ascaris lumbricoides sobre a carga aniônica de eritrócitos e eritrócitos desializados índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

  • Não possue artigos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Bookmark


Acta bioquímica clínica latinoamericana

versão impressa ISSN 0325-2957

Resumo

GARCIA, Milaidi; AGUDELO, Rafael  e  SAVOIE, Laurent. Efeito de hidrolisados de caseína ou soja sobre o metabolismo glicídico em camundongos. Acta bioquím. clín. latinoam. [online]. 2012, vol.46, n.2, pp. 233-246. ISSN 0325-2957.

O efeito de hidrolisados de caseína ou soja sobre o metabolismo glicídico foi estudado em camundongos. Foram determinadas as variações da glicemia, insulinemia e aminoácidos plasmáticos depois de alimentação por sonda com diferentes peptídeos obtidos por proteólise de caseína ou soja. Os produtos de digestão foram separados combinando a diálise, a cromatografia de intercâmbio iônico e a ultrafiltragem. Duas proteínas inteiras, três fra­ções peptídicas de cada proteína e duas misturas de L-aminoácidos simulando a composição da proteína inteira foram fornecidas aos camundongos através de sonda nasogástrica (Gavage). As frações do hidrolisado de caseína produziram níveis de insulinemia mais elevados que as da soja, com exceção dos peptídeos com massa molecular entre 10 y 1 kDa. Não foram encontradas diferenças significativas (p<0,05) de insulinemia dentro das frações do hidrolisado de caseína. O nível de insulina plasmática depois do gavage com a fração peptídica da soja S10-1 foi significativamente mais elevado que com outros grupos peptídicos da soja. Elevações significativas de insulina foram observadas depois dos gavage com L-aminoácidos livres. Correlações diretas foram observadas na insulinemia com os níveis plasmáticos de Tre (p<0,01, r=0,78), Glu (p<0,01, r=0,85), Pro (p<0,01, r=0,76), Ala (p<0,05, r=0,66), Met (p<0,05, r=0,71), Fen (p<0,05, r=0,69) e His (p<0,05, r=0,71). Os resultados mostram que quando se administram com glicose, a insulinemia no camundongo pode ser influenciada pela natureza dos peptídeos da soja, enquanto que estas diferenças não se observaram nos peptídeos da caseína.

Palavras-chave : Digestão; Hidrolisado; Proteína; Peptídeos; Aminoácido; Insulinemia; Glicemia.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · pdf em Espanhol