SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue1Comparison of manual microscope method and an automated cell count in serous fluidsLevetiracetam determination in human serum by liquid chromatography with diode array detection author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta bioquímica clínica latinoamericana

On-line version ISSN 1851-6114

Abstract

FABIANA BENOZZI, Silvia  and  PENNACCHIOTTI, Graciela Laura. Albuminúria: considerações pré-analíticas e analíticas. Acta bioquím. clín. latinoam. [online]. 2017, vol.51, n.1, pp. 45-51. ISSN 1851-6114.

Albuminúria (AU) é definida como o aumento subclínico e persistente da excreção urinária de albumina. Os valores que definem esta condição são de mais de 30 mg AU/g creatinúria. A AU é um marcador de dano renal, de progressão da doença renal e de risco cardiovascular. Este analito tem uma alta variabilidade biológica e múltiplas condições podem afetar sua determinação e invalidar o teste, o que justifica a necessidade de obter 2 de 3 amostras positivas ao longo de um período de 3-6 meses para confirmar a presença de AU. A primeira urina da manhã é o espécime mais adequado para a pesquisa de AU e seu monitoramento, expressando os resultados como a relação AU/ creatinúria (RAC) (mg/mmol, mg/g). O valor da creatinúria no denominador da RAC depende da massa muscular do indivíduo e pode subestimar ou superestimar o valor de albumina urinária, de modo que este aspecto está em revisão. A urina recém-vertida é a melhor amostra para medir este analito, mas pode ser mantida em geladeira uma semana ou a menos -80 °C durante mais tempo. Os imunoensaios são os métodos mais usados para medir albuminúria, embora a falta de padronização, processo em desenvolvimento, é atualmente uma importante fonte de viés entre os diferentes métodos. É imprescindível a melhora analítica e o consenso a respeito do erro total e imprecisão para maximizar a medição deste analito.

Keywords : Albuminúria; Relação albumina/creatinina em urina; Doença renal; Risco cardiovascular.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License