SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue1Evaluation of analytical limits of performance in the laboratory of HIGA O. Alende of Mar del PlataEvaluation of canine echinococcosis in the high mountain area of province of Tucumán, Argentina author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta bioquímica clínica latinoamericana

On-line version ISSN 1851-6114

Abstract

MONGE-RODRIGUEZ, Silvia Leticia  and  ESPINOZA-MORA, María del Rosario. Mecanismo de exocitose de grânulos citotóxicos: Chaves dadas a partir de linfohistiocitose hemofagocítica primária . Acta bioquím. clín. latinoam. [online]. 2017, vol.51, n.1, pp. 123-131. ISSN 1851-6114.

A linfohistiocitose hemofagocítica (HLH) é uma síndrome clínica de hiperinflamação caracterizada por uma resposta imune que, apesar de ser altamente estimulada, é ineficaz. Na HLH primária, o processo de exocitose de grânulos citotóxicos, ou os efetores contidos neles, encontram-se alterados, também existe afecção na ativação das células citotóxicas. Existe disfunção na fase de transporte e amadurecimento vesicular, na regulação do processo de docking e priming, ou nos complexos v-SNARE e t-SNARE durante a exocitose. Caso a proteína efetora perforina estiver afetada, a conexão entre a célula citotóxica e a célula alvo está comprometida. SAP e XIAP estão relacionadas com a ativação das células imunitárias. Embora atualmente haja mais conhecimento a respeito das moléculas envolvidas na citotoxicidade, existe redundância nas funções destas proteínas. Contudo, ainda existem funções naqueles processos que não têm sido elucidadas até hoje.

Keywords : Linfohistiocitose hemofagocítica; Exocitose; Grânulos citotóxicos.

        · abstract in English | Spanish     · text in Spanish

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License