SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número2The effects of geomorphic controls on sediment yield in the Andean Rivers of ColombiaMorphodynamics in the Confluence of large regulated Rivers: the case of Paraná and Paranapanema Rivers índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Bookmark


Latin American journal of sedimentology and basin analysis

versión On-line ISSN 1851-4979

Resumen

FILIZOLA, Naziano et al. Study of the variability in suspended sediment discharge at Manacapuru, Amazon River, Brazil. Lat. Am. j. sedimentol. basin anal. [online]. 2009, vol.16, n.2, pp. 93-99. ISSN 1851-4979.

A estação hidrométrica de Manacapuru é uma localidade utilizada há mais de 30 anos na rede hidrométrica brasileira. Esta estação, cuja seção transversal sobre o Rio Solimões, tem em média: 3000 metros de largura e 20 metros de profundidade, controla praticamente a totalidade das contribuições das MES (Material Em Suspensão) oriundos da bacia do Rio Solimões, cuja área total é de aproximadamente 2 milhões de km², a descarga líquida média é de 103.000 m³ s-1, ou 48 l s-1 km-2. O fluxo médio total anual de MES é de aproximadamente 400 x 106 toneladas. A sistemática tradicional de amostragem de material em suspensão (MES) tem limitações quanto a avaliar efeitos locais nesse fluxo. O presente artigo pretende apresentar alguns fenômenos locais que de algum modo interferem no fluxo local de MES do Rio Solimões em Manacapuru. O estudo foi realizado no escopo do Projeto MESASOL e PIATAM IV, projetos que têm investigado métodos alternativos de avaliação do fluxo de MES na bacia Amazônica na busca de melhorar a precisão e diminuir os custos operacionais na aquisição de dados hidrológicos. Os resultados indicam que as características geológicas e geomorfológicas locais influenciam no fluxo de MES, com grande variabilidade espacial em superfície na vizinhança da seção de Manacapuru. Isso resulta induzir uma nova interpretação para o fluxo de sedimentos na bacia do rio Solimões, onde os fluxos locais não podem ser diretamente interpretados como da bacia de montante.

Palabras llave : Sedimentos em suspensão; Perfilador Acústico de Corrente; Rio Amazonas.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés