SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 número1Tratamiento crónico con inhibidores de la PDE-5 en pacientes portadores de insuficiencia cardíaca avanzada índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Bookmark


Insuficiencia cardíaca

versión On-line ISSN 1852-3862

Resumen

CASTILLO G., Egleé E.  y  GOMEZ B., Rusvel J.. Peptídeo natriurético cerebral em pacientes com insuficiência cardíaca ou com fatores de riscos para seu desenvolvimento. Insuf. card. [online]. 2008, vol.3, n.1, pp. 21-27. ISSN 1852-3862.

Problema. A identificação da atividade neuro-hormonal em pacientes com diferentes graus de disfunção sistólica ou com fatores predisponentes para o desenvolvimento de insuficiência cardíaca (IC) é complexa e custosa. É necessário identificar um marcador ou desenvolver um método rápido, simples e econômico, que permita a identificação antecipada daqueles indivíduos com IC ou com fatores de risco para desenvolvê-la. Objetivo. Determinar a concentração do peptídeo natriurético ventricular (PNV) como marcador da ativação neurohumoral, em pacientes com fatores predisponentes para o desenvolvimento de IC e naqueles com diferentes graus de disfunção sistólica ventricular esquerda com ou sem manifestações de insuficiência cardíaca. Métodos. Determinação do PNV com o test Elecsys pro PNV em 42 pacientes com antecedentes de: hipertensão arterial sistêmica (HTA), cardiopatia isquêmica crônica (CIC), ou diabetes mellitus (DM) com ou sem manifestações clínicas de IC e a 39 controles sadios, que assistiram à emergência e consulta externa do Hospital General do leste Dr. Domingo Luciani, Caracas-Venezuela. Resultados. A idade média foi de 63,02 anos; o antecedente mais freqüente foi HTA em 81% dos pacientes, 59,5% dos pacientes em estudo tinha PNV aumentado com valor médio de 5.720 pg/ml. O valor médio no grupo sadio foi de 61,11 pg/ml. O PNV encontrado estava proporcionalmente aumentado em relação à classe funcional e inversamente proporcional à fração de ejeção. Foram encontrados níveis aumentados de PNV em pacientes com índice cardiotorácico (ICT) >0,5; signos de hipertensão venocapilar pulmonar (HVCP); registros eletrocardiográficos de hipertrofia ventricular esquerda (HVE) ou zona eletricamente inativável (ZEI), freqüência cardíaca >80 latidos por minuto e com mais de 65 anos. Conclusões. O PNV relaciona-se de maneira proporcional à severidade da doença estimada pela classe funcional e ao maior grau da disfunção ventricular. O diâmetro telediastólico do VI relaciona-se de maneira significativa com a elevação do PNV. Existe uma associação entre PNV aumentado e signos de HVCP, ICT>0,5, ZEI ou HVI em eletrocardiograma e freqüência cardíaca >80 latidos por minuto.

Palabras llave : Insuficiência cardíaca; Peptídeo natriurético ventricular; Disfunção ventricular esquerda.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · pdf en Español