SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número42Nanociencia y Nanotecnología... un mundo pequeñoAl compás de la revolución Interactiva: Un mundo de conexiones índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

  • No hay articulos citadosCitado por SciELO

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Bookmark


Cuadernos del Centro de Estudios en Diseño y Comunicación. Ensayos

versión On-line ISSN 1853-3523

Resumen

PAGANO, Diana. Las tecnologías de la felicidad privada: Una problemática tan vieja como la modernidad. Cuad. Cent. Estud. Diseño Comun., Ens. [online]. 2012, n.42, pp. 157-168. ISSN 1853-3523.

Nenhuma tecnologia é neutral e o que parece vir são maneiras diferentes de represenar o mundo e de constiuir subjetividade. O ciberespaço penetrou transversalmente nas classes sociais e as faixas etárias, mas resulta natural que sejam os jovens aqueles que se encontram mais cómodos, por isso menos críticos respecto às possibilidades que as novas tecnologias promovem mas tembém cerceam. ¿Nos enfrentamos a uma revolução que instaura um novo tempo atravessado de virtualidade ou estamos frente a uma profundização, uma nova fase de um processo que leva já uns séculos? Assistimos, antes que a um quebre com a modernidade, à profundização do paradigma individual- capitalista. Esta posmodernidade, porta até o paroxismo a ideia de uma felicidade apartada do público e do bem comum. As relações interpersonais e a participação como parte de um colectivo social não estão valorizadas, esquecendo seu papel primordial na formação da subjetividade. A felicidade privada é uma felicidade que atravessada pelas novas tecnologias parece supor um compartilhar com os outros mais supõe um consumo estritamente individual. É issa a novidade já que tudo se da no marco da emergência de um novo fenômeno que se materializa na ruptura dos laços sociais que incluiam aos individuos em relações interpersonales diretas.

Palabras llave : Construção de subjetividade; Consumo; Cuerpo mediático; Felicidade privada; Laços sociais; Novas tecnologias; Paradigma individual-capitalista; Público e privado.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · pdf en Español