SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Referencias del artículo

LEITAO, Lúcia Irala; DORNELES TEIXEIRA, Pedro Fernando  y  SARAIVA DA ROCHA, Fábio. A vídeo-análise como recurso voltado ao ensino de física experimental: um exemplo de aplicação na mecânica. Rev. electrón. investig. educ. cienc. [online]. 2011, vol.6, n.1, pp. 18-32. ISSN 1850-6666.

    1. Araujo, I. S.; Veit, E. A. (2009). Interatividade em recursos computacionais aplicados ao ensino aprendizagem de Física. In: Gonçalves, R. de A.; Oliveira, J. S. de; Rivas, M. A. C.. (Orgs.). A Educação na Sociedade dos Meios Virtuais. Santa Maria: Centro Universitário Franciscano.  p. 129-140. [ Links ]

    2. Araujo, I. S.; Veit, E. A.; Moreira, M. A. (2008). Physics students' performance using computational modelling activities to improve kinematics graphs interpretation. Computers & Education, Amsterdam, v. 50, n. 4, p. 1128-1140. [ Links ]

    3. Araujo, I. S.; Veit, E. A.; Moreira, M. A. (2007). Simulações computacionais na aprendizagem da Lei de Gauss para a eletricidade e da Lei de Ampère em nível de Física Geral. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, Vigo, v. 6, n. 3, p. 601-629. [ Links ]

    4. Beichner, R. (1996). The impact of video motion analysis on kinematic graph interpretation skills, Am. J. Phys. 64, 1272-1277. [ Links ]

    5. Borges, A. T. (2002). Novos Rumos para o Laboratório Escolar de Ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 19, n. 3, p.291-313. [ Links ]

    6. Clebsch, A. B., Mors, P. M. (2004). Explorando recursos simples de informática e audiovisuais: uma experiência no ensino de Fluidos, Revista Brasileira de Ensino de Física (RBEF), vol. 26, n. 4, p. 323 - 333. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbef/v26n4/a06v26n4.pdf. Acesso em 06 de agosto de 2010. [ Links ]

    7. Collins, D. F. (2000). Video spectroscopy-Emission, absorption, and flash, Phys. Teach. 38, 561-562, [ Links ]

    8. Derby, N., Fuller. R. (1999). Reality and theory in a collision,  The Physics Teacher, 37, 24-27. [ Links ]

    9. Dorneles, P. F. T. (2010). Integração entre atividades computacionais e experimentais como recurso instrucional no ensino de eletromagnetismo em Física Geral.  2010.  367 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Instituto de Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. [ Links ]

    10. D'ambrósio, U. (2003). Novos paradigmas de atuação e formação de docente. In: PORTO, Tânia (org.). Redes em construção: meios de comunicação e práticas educativas. São Paulo: JM. p. 55 - 77. [ Links ]

    11. Finkelstein, N. D.; Adams, W. K.; Keller, C. J.; Kohl, P. B.; Perkins, K. K.; Podolefsky, N. S.; Reid, S. (2005). When learning about the real world is better done virtually: a study of substituting computer simulations for laboratory equipment. Physical Review Special Topics. Physics Education Research, College Park, v.1, n.1, 010103 8p., July/Dec. [ Links ]

    12. Gaspar, A. (2005). Experimentação em Ciências - Abordagem Crítica e Propostas.  Experiência de Ciências para o Ensino Fundamental. 1.ed. Ática, p.11-30. [ Links ]

    13. Gil-Pérez, D.; Furió, M. C. P. V.; Salinas, J.; Martinez-Torregrosa, J.; Guisasola, J.; González, E.; Dumas-Carré, A.; Goffard, M.; Pessoa, A. M. C. (1999). ¿Tiene sentido seguir distinguiendo entre aprendizaje de conceptos, resolución de problemas de lápiz y papel y realización de práticas de laboratorio? Enseñanza de las Ciencias, Barcelona, v. 12, n. 2, p. 311-320, jun. [ Links ]

    14. Hodson, D. (1994). Hacia un enfoque más crítico del trabajo de laboratorio.  Enseñanza de las Ciencias, Barcelona, v. 12, n. 3, p. 299-313, nov. [ Links ]

    15. Laws, P., Pfister, H. (1998). Using digital video analysis in introductory mechanics projects, Phys. Teach. 36, 282-287, may. [ Links ]

    16. Leitão, L. I. (2009). Proposta de inserção da vídeo-análise como recurso didático voltado para o ensino da mecânica experimental, Monografia apresentada ao Curso de Especialização em Educação em Ciências e Tecnologia, Campus Bagé, Universidade Federal do Pampa. [ Links ]

    17. Leitão, L. I., Rocha, F. S. da (2009). Comparison of new technologic tools for physics teacher education. Using the video analysis to study the translational and rotational cinematics in traditional mechanics. In: 2ª Conferencia Regional del Cono Sur sobre Aprendizaje Activo de la Física (CRAAF - 2), 2009, La Falda - Cordoba/AR. Libro de Resúmes. [ Links ]

    18. Moreira, M. A. (1999) A teoria da mediação de Vigotski. In: Moreira, M. A. Teorias de Aprendizagem.  São Paulo: Ed. Pedagógica e Universitária Ltda,  p. 107 - 120. [ Links ]

    19. Neto, O. P., Magini, M., Saba, M. M. F. (2006). Análise Cinemática de um Movimento de Kung-Fu: A importância de uma apropriada interpretação física para dados obtidos através de câmeras rápidas, Revista Brasileira de Ensino de Física, vol, 28, n. 2, p. 235-239. [ Links ]

    20. Rocha, F.S da., Guadagnini, P. H. (2010). Sensor Sonar de Movimento para Ensino de Física Experimental. Latin-American Journal of Physics Education, v. 4, p. 306-315. [ Links ]

    21. Rocha, F. S. da; Fajardo, F.; Grisolia, M ; Benegas, J.; Tchitnga, R.; Laws, P. (2011). Using "Student Technology" in Introductory Physics: A Comparison of Three Tools to Study Falling Objects. The Physics Teacher,  v. 49, p. 165 - 167. [ Links ]

    22. Rosa, C. W. (2003). Concepções teórico-metodológicas no laboratório didático de física na Universidade de Passo Fundo. Ensaio, v. 5, n. 2, p. 1-15. [ Links ]

    23. Sacerdote, H. C. S. (2010). Análise do vídeo como recurso tecnológico educacional, REVELLI - Revista de Educação, Linguagem e Literatura, vol. 2, nº 1, p. 28-37, março. Disponível em: http://www.ueginhumas.com/revelli/revelli3/numero_2/Revelli.v2.n1.artigo03.pdf. Acessado em 06 de agosto de 2010. [ Links ]

    24. Salmon, R., Robbins, C., Forinash, H. (2002). Brownian motion using video capture, Eur. J. Phys. 23, 249-253, may. [ Links ]

    25. Saraiva-Neves, M.; Caballero, C.; Moreira, M. A. (2006). Repensando o papel do trabalho experimental, a aprendizagem da Física em sala de aula: um estudo exploratório. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 11, n. 3, p. 383-401, dez. 2006. [ Links ]

    26. Séré, M. G.; Coelho, S. M.; Nunes, A. D. (2003). O papel da experimentação no Ensino de Física. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, v. 20, n. 1, p. 30-42, abril. [ Links ]

    27. Séré, M. G. (2002). La enseñanza en el laboratorio. ¿Qué podemos aprender en términos de conocimiento práctico y de actitudes hacia la ciencia? Enseñanza de las Ciencias, Barcelona, v. 20, n. 3, p. 357-368, nov. [ Links ]

    28. Silva, J. B., (2009) O Vídeo como Recurso Didático, Monografia apresentada ao Programa de Formação Continuada em Mídias na Educação, Curso de Especialização em Mídias na Educação, Secretaria de Educação a Distância - SEED - MEC, Universidade Federal do Rio Grande (FURG). [ Links ]

    29. Vigotski, L. S. (2001). A Construção do Pensamento e da Linguagem. São Paulo: Editora Martins Fontes, 496 páginas. [ Links ]